Arquitetura e Design, Qualidade de Vida

Como tornar uma sala aconchegante

Salas de estar tem esse nome pelo tempo de permanência que ficamos nela. É normalmente o lugar onde recebemos amigos e familiares. Em geral o primeiro cômodo dos nossos lares e por isso demanda uma atenção especial.

As salas se tornaram com o passar do tempo, e diminuição das áreas residenciais, multifuncionais e integradas. Passou de espaço de conversas, para sala de tv, de jogos, e até escritório em alguns casos. Pois bem, como tornar as nossas atuais salas multifuncionais, em ambientes aconchegantes é o tema principal deste post, sugerido numa enquete do instagram – ( http://www.instagram.com/ryfarias/ )

Vamos falar antes de mais nada o que entendemos por ACONCHEGO: sem definições prontas, mas com a nossa concepção e experiência. Aconchego é aquela sensação gostosa de se sentir convidado e abraçado. Um espaço que de “segure” pelo bem estar que proporciona. Um lugar de onde você não quer ir embora… sente calma, tranquilidade, paz.

Os elementos básicos para uma sala aconchegante independe do tamanho e do estilo. Em alguns casos, há uma tendência de determinados estilos terem sim, mais apelo nesse sentido. Mas de forma geral, o aconchego só será sentido se esse tipo de estilo tem a ver com a personalidade do dono. De nada adianta uma sala rústica com todos os elementos, para alguém que ame o moderno minimalismo, não é?

Então vamos às dicas:

Dica 01 – disposição dos móveis ou layout: Isso é muito importante, pois uma sala que te “recebe” precisa ter os móveis numa posição convidativa e permitindo a circulação entre eles. Basicamente, uma sala vai ter sofá (obrigatório, né?) mesas de apoio – sejam laterais ou de centro, e poltrona. Tudo o que entrar além disso fala sobre as funções a mais que a sala terá. Rack pra tv, mesinha pra o escritório, ou até mesa de jantar, no caso das integradas. Sei que principalmente em apartamentos, nem sempre é possível colocar o sofá de frente pra quem chega, ou lateralmente, mas quando for possível, dê preferência pra essa posição. Pois ela é ideal. O sofá é a estrela da sala. É ele quem recebe primeiro. Mas não se preocupe se o seu ficou de costas pra entrada, há outros elementos no jogo!

De propósito uma sala mais moderninha. Pra vcs verem que o aconchego é possível em qualquer estilo!

Dica 02Cores e texturas escolhidas exercem papel fundamental na receptividade. Uma sala bem colorida com cores primárias, vai ser muito alegra, mas não tão aconchegante, uma vez que cores assim são excitantes e não promovem a tranquilidade que se deseja. Aposte numa base neutra, com tons de bege, cinza, terrosos, e acrescente cores “frias” como azuis, lilazes e verdes. Só então inclua pontos de cores mais vibrantes (se este for seu gosto). Texturas naturais como pedras, madeira e tijolos, também costumam nos “transportar” imediatamente ao universo do “seja bem vindo”!

tons terrosos em conjunto com a madeira. Abraça instantaneamente!

Dica 03Acessórios exercem um papel fundamental no aconchego de uma sala. Os móveis principais nada são se não esses elementos não forem inseridos. Então, aposte principalmente em mantas, tapetes, almofadas, quadros (aqui entram gravuras, pinturas, fotos, etc.), peças que falem com e sobre você – de nada adianta uma sala linda com peças compradas em lojas de decoração que não contam sua história! Livros de arte e lupas na mesa de centro ficam lindos. Mas se vc não gosta de arte e não precisa da lupa, que sentido faz? Aconchego fala de personalidade. Vou inserir plantas nesse item, e esteja a vontade pra fazer uso delas como achar melhor. Elas podem vir em vasos pequenos na mesa de centro, em cachepôs grandes nas laterais do ambiente, em vasos de vidro delicados na mesa lateral… enfim. Planta é vida e esse verde vai fazer muita diferença na sua sala.

Detalhe de personalidade que remete ao luxo – dourado com o rosa ficou um charme!

DIca 4: LUZ! A luz natural sempre será bem vinda nos nossos ambientes, mas não esqueça que, todo dia tem sua noite, e quando esse momento chegar, sua sala precisa ter uma iluminação que destaque suas peças favoritas, que permita visualização da circulação e que traga descanso. Portanto, a luz de morna a quente são as ideais. Esqueça a luz branca, pois esta é fria e impessoal. Opte também por luzes a meia altura, através de abajures e arandelas. O ideal é ter alguns circuitos independentes de forma a você poder criar “cenas” de acordo com o momento e os convidados que vai receber.

observe as alternativas de iluminação disponíveis nesse espaço: Isso dá versatilidade.

Dica 5: SEJA VOCÊ MESMO! Eu faço questão de reforçar muito isso. Porque vejo frequentemente pessoas encantadas com ambientes de mostra e muitas vezes esses ambientes não refletem a realidade de cada um. Eles estão ali como referências, mas para que faça sentido, tem que combinar com sua casa, sua família, seu jeito de viver, seu orçamento, e por aí vai. A sala que vai te fazer feliz vai ter todos os elementos combinados. Não dependa da opinião nem de modismos. Isso passa. É você quem vai viver lá. Espero que as dicas façam você desfrutar da melhor forma esse espaço na sua casa.